Arquivo da tag: Consumo

Vitopaper: Papel Sustentável e 100% Reciclável feito de Plástico!

Achei muito interessante um mini-artigo sobre o papel sintético Vitopaper, que foi publicado na edição de setembro da Info. Como o artigo era bastante resumido, resolvi procurar mais informações sobre esse papel, sua tecnologia, os responsáveis pela sua produção, entre outras.

Esse produto se difere do papel normal por ser feito de plástico reciclado, sendo mais durável e leve que o papel “tradicional”. Seu único problema é o preço, atualmente cerca de 40% acima do tradicional.

Ele é único no mundo, pois sua produção não exige a seleção do plástico, sua mistura pode incluir matéria-prima vinda de garrafas descartadas, embalagens, frascos, etc. Com 850 quilos de plástico reciclado é possível obter 1 tonelada de papel sintético e o processo também não exige nenhuma mudança nas etapas de produção gráficas, podendo ser utilizado por qualquer gráfica.

Inclusive, o papel foi criticado na época do seu lançamento pela Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel, que considerou ele “uma lâmina de plástico, já que o papel é feito de fibra de celulose”. Sinceramente, isso pode mostrar uma associação desesperada com o que esse papel sintético pode se tornar. Ou também uma simples definição sobre o que é papel. Prefiro a primeira alternativa, mas cada um tem a sua interpretação…

Seu desenvolvimento foi realizado através do Departamento de Engenharia e Materiais da Universidade Federal de São Carlos em parceria com a empresa Vitopel. Ele usa a tecnologia dos filmes de polipropileno biorientado, resultando em uma lâmina bastante parecida com o papel couché, usado em revistas, catálogos e adesivos. E não é só pela ecologia que ele é interessante, ele também é impermeável, tem durabilidade maior e pode ser reciclado infinitamente. Demorou cerca de dois anos para ser desenvolvido e teve um investimento de aproximadamente R$ 4 milhões.

Gostei da forma com que está sendo investido esse dinheiro, em tecnologias nacionais que beneficiam o meio ambiente e podem beneficiar o próprio povo brasileiro. Gostei mais ainda da empresa/produto quando soube que ela doou à Fundação Paula Souza 170 toneladas do papel para a impressão de 261 mil livros didáticos.

Ainda não tive a chance de “tocar” nesse papel. Se a sua sensação for melhor do que a de um papel reciclado, já está valendo, visto que, além de reciclável (várias vezes), ainda tem alta durabilidade.

Fonte: MeioBit

Você pode ajudar… Fazendo APENAS a sua parte…

Muitas pessoas dizem que sozinhas não podem fazer muita coisa para ajudar o meio ambiente. E acham que isso é desculpa para não fazerem nada. Não há nada pior do que as pessoas que não fazem nada por acharem que aquilo que podem fazer é muito pouco.

Este comercial do IBAMA nos mostra que, se cada um de nós fizer nossa parte, mesmo que pequena, estaremos colaborando MUITO para a preservação do nosso meio ambiente. Lembrem-se: Não é necessário mudar o mundo… basta apenas desligar as luzes quando não precisar mais delas… 🙂

Agora que você já sabe que fazendo APENAS a sua parte, estará colaborando para uma mudança positiva em nosso meio ambiente, seguem dicas interessantes do que cada um de nós pode fazer HOJE para começar esta mudança:

Horas no banho, todas as luzes da casa acesas … Você nem percebe, mas está escoando energia – e dinheiro – ralo abaixo. “A idade dos eletrodomésticos também contribui com esse gasto”, explica Norberto Augusto Júnior, professor do Instituto Mauá de Tecnologia, de São Paulo. Saiba como acabar com o desperdício.

Chuveiro elétrico
Na conta: 30% do valor total
Pegue leve: Deixe na posição verão e tome banhos breves.

Geladeira e freezer
Na conta: 30% se tiverem menos de dez anos. O valor dobra com equipamentos velhos.
Pegue leve: Não fique pensando com a geladeira aberta. “Baixar a temperatura aumenta o consumo de energia”, explica Augusto Júnior. Se o modelo for antigo, observe a borracha de vedação.

Ferro de passar roupa
Na conta: 5%
Pegue leve: Só ligue o equipamento quando tiver uma pilha de roupas para passar. E, para facilitar o processo, pendure as peças molhadas bem esticadas.

Computador
Na conta: 5 %
Pegue leve: Esqueça o modo espera. Acabou, desligou. É uma questão de segurança contra eventuais incêndios.

Secadora, lavadora de roupas e lava-louça
Na conta:5 %
Pegue leve: Opere com carga máxima para ligar menos vezes. E use o modo simples.

Televisão
Na conta:10 %
Pegue leve: Não deixe o aparelho dentro de armários. “Quando ele aquece, o consumo aumenta.” O LED, aquela luz vermelha da TV que permite o uso do controle remoto, também gasta energia.

Lâmpadas comuns
Na conta:10 %
Pegue leve: Troque-as por fluorescentes, mais econômicas.

Instalação elétrica
Na conta:5 %
Pegue leve: Não instale muitos aparelhos em uma única tomada com benjamins. Além de perigoso, o consumo de energia sobe.

Fonte: Planeta Sustentável

365 Atitudes Verdes

O que você fez HOJE para ajudar o meio ambiente?

Não lembra?

Pois é.

Mais um cara muito gente boa chamado Mike Lieberman não só se lembra como escreve um blog diariamente sobre isso.

mike green

Neste blog, Mike dá dicas realmente simples, que podem até parecer insignificantes quando tomadas individualmente, mas que tem um enorme potencial quando adotadas em larga escala:

O mais importante é que apesar de serem ações aparentemente pequenas, elas são tomadas de forma constante, e isso acaba fazendo com que bons “hábitos verdes” sejam adotados também outras pessoas que conhecem Mike.

É muito bom ver que as pessoas estão realmente preocupadas com o tema “Meio Ambiente” e estão tentando colaborar como podem.

E você? O que tem feito?

Chegamos à era da “Tecnologia Verde” – A História das Coisas

Olá pessoal,

Começamos nossa conversa sobre a “Tecnologia Verde” na página de apresentação do Blog. Lá falamos sobre a proposta do blog, além de falar do autor (Renato Siqueira). E uma das coisas mais interessantes e importantes desta página é o vídeo “A História das Coisas” que mostra de forma, clara, divertida e bastante ilustrativa o que está acontecendo hoje com relação à cadeia de consumo em que estamos todos inseridos e como podemos ajudar o planeta, modificando nossos hábitos e nos tornando mais conscientes do que está ocorrendo ao nosso redor nesse exato momento.

Achei este vídeo fantástico, e costumo compartilhá-lo com todos que conheço. Assim sendo resolvi postar aqui pra vocês esta vídeo excelente para levantar a discussão sobre o que podemos fazer para ajudar nosso planeta.

Se cada um fizer a sua parte, mesmo que seja pouco, já será – com certeza – suficiente!

A História das Coisas: