Arquivo da categoria: Energia Solar

Ponto de Ônibus Sustentável

Ônibus Sustentável
Ônibus Sustentável Movido à Hidrogênio

O primeiro ponto de ônibus sustentável do Brasil está em teste no coração de São Paulo.

O ponto é dotado de rede sem fio, tem dois computadores à disposição do cidadão, que podem verificar informações sobre as condições de trânsito do transporte coletivo da cidade, verificar a velocidade de deslocamento dos ônibus nas vias da cidade e até mesmo montar um itinerário do tipo “Estou aqui e quero ir para… Como chegar?”. Incrível, não?

No painel de lcd superior do ponto, o usuário poderá verificar informações sobre o tempo aproximado de chegada do seu ônibus, assim como notícias diversas e outras informações.

Além de tudo isso, a qualidade do ar neste ponto ecológicamente correto é melhor, pois sistemas de condicionamento do ar existentes na estrutura coletam, filtram e umidificam o ar no local, proporcionando uma melhor qualidade de vida para os usuários da novidade. Em dias secos, com umidade do ar abaixo dos 60% um sensor ativa um mecanismo que torna o ar da plataforma mais úmido.

A inspiração para a construção do ponto de ônibus ecológico veio das árvores, principalmente no que diz respeito à sua fonte de energia: Painéis solares instalados no topo do ponto coletam energia solar durante o dia, que é utilizada para alimentar os sistemas do ponto. Além disso, um sistema de energia cinética, ativado pela passagem dos ônibus em frente ao ponto, mantém os sistemas em funcionamento durante à noite ou nos dias sem muito sol.

Infelizmente, ainda trata-se apenas de um teste, em um único ponto da maior cidade do Brasil, onde circulam mais de 15 mil ônibus todos os dias. Quem sabe um dia outros pontos não possam vir a receber o mesmo tipo de avanço. Nós e nossa cidade agradeceríamos muitíssimo.

http://www.olhardigital.com.br/embed/22392

Watercone é capaz de transformar qualquer água em potável

Watercone é capaz de transformar qualquer água em potável.

Esquema de Funcionamento Watercone

Em tempo de aquecimento global e indefinição de estações do ano, para muitas comunidades, a única água que eles possuem para os consumo diário é a de um barrento rio que está prestes a secar. E, pela falta de opção, é essa mesma água suja que eles utilizam para cozinhar e beber.

Uma forma bem barata e simples de combater este quadro seria a implantação em massa do Watercone, um equipamento composto basicamente por um recipiente e um cone, com o objetivo principal de transformar qualquer tipo de água, em água potável.

Maiores informações aqui e aqui.


A garrafa PET do seu refrigerante pode ser a casa de alguém no futuro

As garrafas PET levam centenas de anos para se decompor quando são descartadas no meio ambiente.

A reciclagem é um processo econômico, que consome apenas 30% da energia necessária para a produção da matéria-prima, além de retirar milhares de toneladas de plástico dos aterros sanitários e evitar o consumo de Petróleo (que é a fonte do PET)

Hoje em dia, a produção e consumo de garrafas PET é de aproximadamente 430 mil Toneladas! É uma quantidade absurda de plástico, que depois de utilizado, vai parar em algum lixão ou valão, degradando cada vez mais o meio ambiente. É claro que, com uma taxa de reciclagem de mais de 50% do PET produzido no país, o Brasil lidera o ranking de reciclagem de PET entre os países com política de coleta seletiva. Mas mesmo assim, ainda há muito trabalho a ser feito.

Existem 3 maneiras “principais” de reciclar o PET, sendo que a mais comum é transformá-lo em flocos, que são reaproveitados na indústria de diversas maneiras diferentes.

Que iniciativas estão sendo tomadas para o reaproveitamento do PET?

Clique aqui para ler o artigo inteiro

E se sua casa produzisse toda a energia que precisa, e até mais do que isso?

[clearspring_widget title=”DVICE Video – Part House. Part Generator. All Green.” wid=”48e10f5e9dbb50aa” pid=”4aba4ab189ca3923″ width=”400″ height=”400″ domain=”wgtclsp.syfy.com”]

Caminhe por esta casa, e você pode pensar que ela é apenas como todas as outras da rua. Mas dê uma olhadinha no quintal e no porão, e você vai ver ela é uma construção de alta tecnologia. A casa de US$ 350.000, localizada entre Milwaukee e Madison, Wisconsin, cria tanta electricidade que seu proprietário recebe um cheque a cada mês pela energia que ele VENDE PRA EMPRESA DE LUZ!!!


A Idéia

Chevrolet Volt
Chevrolet Volt

Quando a empresa Newman resolveu projetar esta casa, o objetivo era criar eletricidade suficiente para fornecer energia para a casa, para carregar um carro Chevy Volt elétrico, e então criar o suficiente para que o excesso de energia pudesse ser vendido para a companhia de energia . A casa, que foi vendida no mês passado, com seus objetivos cumpridos!

Este objetivo foi alcançado usando US$150.000 em painéis solares, equipamento geotérmico e de isolamento, e o melhor é que, com descontos federais e estaduais e créditos fiscais, o custo líquido de todas as “partes” para a produção desta energia é menos da metade, US$74.130

O Sistema

Wattsun Tracker System
Wattsun Tracker System

Existem dois sistemas solares de alimentação elétrica na casa – um sistema de “rastreamento solar” wattsun (projeto do sistema) no quintal que fornece 4.600 kWh de electricidade por ano, dedicado ao abastecimento de um Chevy Volt. No telhado existe uma matriz muito maior de painéis solares, fornecendo de 14.700 kWh por ano, suficiente para suprir a necessidade de energia da casa inteira com muita sobra para vender de volta à companhia de energia.

Um “loop geotérmico”, constituído por tubos enterrados 8 a 9 metros sob o solo e transportando uma solução líquida baseada em glicose (parecida com a usada nas máquinas de fumaça das casas de festa e boates), está ligado a uma bomba de calor que fornece todo o aquecimento e resfriamento para a casa. Com este sistema não há necessidade de uma unidade externa de ar condicionado. Porque a Terra nestes 8-9 metros de profundidade tem uma temperatura constante de 54 °, o calor pode ser extraído da solução líquida em dias frios ou enviado a ela em dias quentes, dissipando-se no solo, fora da casa!

Para otimizar ainda mais o sistema todo, a maioria dos aparelho da casa são certificados “Energy Star“, uma lareira selada, isolamento suficiente para selar a casa-se como um envelope da FedEx, e um sistema de ventilação que traz ar fresco para dentro de casa sem sacrificar qualquer aquecimento ou resfriamento.

Passeando pela casa
Andando por esta casa futurista, fica evidente que não foram poupados esforços no que se refere à economia de energia. Outro aspecto surpreendente desta casa aparentemente normal é o seu baixo custo. A Companhia Newman fez extensas pesquisas para identificar a melhor relação custo-benefício dos métodos de construção de um projeto como este, e decidiu que essas técnicas exóticas como paredes de concreto, construção solar passiva, e a energia eólica não traria o retorno tão grande quanto a tecnologia eles finalmente decidiram utilizar.

energyhouse_14

Globalmente, o custo da casa própria utilizando esta tecnologia, incluindo o preço do combustível do  veículo (Chev Volt), pagará por si mesmo. Nenhum combustível fóssil é usado nesta casa e isso é um grande ponto à favor do meio ambiente.

Fonte: http://dvice.com/archives/2009/09/energy-producin.php