A garrafa PET do seu refrigerante pode ser a casa de alguém no futuro

As garrafas PET levam centenas de anos para se decompor quando são descartadas no meio ambiente.

A reciclagem é um processo econômico, que consome apenas 30% da energia necessária para a produção da matéria-prima, além de retirar milhares de toneladas de plástico dos aterros sanitários e evitar o consumo de Petróleo (que é a fonte do PET)

Hoje em dia, a produção e consumo de garrafas PET é de aproximadamente 430 mil Toneladas! É uma quantidade absurda de plástico, que depois de utilizado, vai parar em algum lixão ou valão, degradando cada vez mais o meio ambiente. É claro que, com uma taxa de reciclagem de mais de 50% do PET produzido no país, o Brasil lidera o ranking de reciclagem de PET entre os países com política de coleta seletiva. Mas mesmo assim, ainda há muito trabalho a ser feito.

Existem 3 maneiras “principais” de reciclar o PET, sendo que a mais comum é transformá-lo em flocos, que são reaproveitados na indústria de diversas maneiras diferentes.

Que iniciativas estão sendo tomadas para o reaproveitamento do PET?

Existem várias iniciativas ligadas ao PET, como por exemplo a indústria textil e a produção de resinas para a tintas e vernizes.

Além disso, existem projetos muito inteligentes, como o aquecedor solar feito com PET (Projeto para download), sistemas de irrigação, etc…

Casas feitas de garrafas PET.

Casa feita de garrafas PET

Pode parecer incrível, mas o PET é um material tão versátil quando reaproveitado que é possível fazer quase tudo com ele. ATÉ CASAS!

Incrível, não?

Existem diversos métodos de utilização do PET para a construção civil.  Um dos modelos de utilização do material é colocando garrafas de 600ml dentro de um bloco de concreto, como uma espécie de recheio, que é muito econômico e que provê excelente isolamento térmico e acústico, segundo o criador do processo. Com o uso do PET em blocos pré-moldados é possível reduzir drasticamente o descarte de garrafas no meio ambiente e ainda baratear muito o custo dos materiais básicos para a construção de casas populares, que é uma das grandes necessidades do nosso país!

Também existem projetos em que o PET é triturado e misturado à massa de fabricação dos tijolos, criando “tijolos de plástico, que são praticamente tão baratos quanto os tijolos já disponíveis no mercado e trazendo um impacto menor ao meio ambiente.

É muito bom saber que as pessoas e as empresas estão se preocupando com o destino das garrafas PET. Afinal, este material pode ser uma fonte rica de recursos, se reaproveitado.  Agora basta que as autoridades ajudem a população, os empresários e as iniciativas individuais, dando incentivos para que cada vez mais os materiais oriundos do PET reciclado sejam utilizados.

Anúncios

3 comentários em “A garrafa PET do seu refrigerante pode ser a casa de alguém no futuro”

  1. Renato, eu gostaria de onde fica a casa que está na fotografia acima. Se puder me responder, e me dizer onde encontro mais informações sobre ela, agradeço muito.

  2. GRACA ESTAS ECOCASAS SOCIALES DE BOTELLAS ESTAN EN SANTA CRUZ DE LA SIERRA BOLIVIA Y SON CONSTRUIDA POR LA ABOGADA INGRID VACA DIEZ PARA FAMILIAS QUE VIVEN EN LA EXTREMA POBREZA.
    UN SALUDO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s